domingo, 5 de fevereiro de 2017

Do jejum ao NOBEL

Comer, nutrir as células. Para alguns um prazer, para outros apenas necessidade e há aqueles que o fazem por compulsão.

"Bastante alface, por favor! Pois estou em dieta!! "
Nosso hábitos alimentares tem se transformado, seja em virtude da produção industrial ou da falta de tempo, assim empregamos pouca atenção em nossas refeições, que são realizadas em grande quantidade e pouca qualidade. Sentar-se à mesa com calma e tranquilidade, tradicionalmente em família, é tão raro que pode parecer um luxo.

Comer é bom e tem sido cada vez melhor, já que as empresas desenvolvem alimentos ricos em carboidratos para viciar nosso cérebro. Cada vez mais açúcar, sal e gordura, esse é o segredo para silenciosamente condicionar a pessoa e torná-la escrava de alimentos liberadores de endorfina, que causam sensação de prazer.

Com isso a população tem adquirido peso, ao mesmo tempo, doenças. Aproveitando-se dos males da modernidade, muito se fala, cria e inventa. Dessa forma, algumas empresas contribuem para a degradação do ser humano com alimentos nocivos e outras, por sua vez, aproveitam para lucrar ofertando inúmeros produtos diet/light: shakes, sopas, barras de cereais, grãos, inclusive o apelo em comer de 3 em 3 horas, etc. Isso sem falar na "máfia" das indústrias farmacêuticas com seus medicamentos mágicos, bem como médicos e procedimentos inovadores, ou nutricionistas com sua base alimentar retrograda e equivocadaOu seja,  de todas as formas querem estuprar seu bolso! Veja como é incrível, você gasta para alimentar-se e também para cuidar bem da saúde e perder peso, sempre consumindo e gastando.


Olha o Japa aí explicando como funciona a parada!

Eis que surge o japa (Yoshinori Ohsumi) da imagem acima, laureado com o Nobel em Medicina em virtude de seus estudos relacionados aos benefícios do jejum. Ele explica que jejuns são benéficos e levam o corpo a autofagia, onde as células em busca de alimento degradam suas partes ruins, ocorrendo uma autolimpeza do organismo. Acrescenta que a longo prazo além de contribuir para o equilíbrio do organismo, aumenta a longevidade.


Isso mesmo meu jovem, não comer faz bem (Segundo o Japa Nobel)!

Hã?? Que papo é esse??

Compreendo que muitos relutarão em opor-se ao conhecimento nutricional tradicionalista pois cresceram recebendo estímulos para comer. Exemplo disso são os familiares (em especial avós) com seu conhecimento milenar, que sempre dizem que você deve "comer para ficar forte". 

Saibam que o conhecimento nutricional tradicionalista é resultado de décadas de pesquisas financiadas por multinacionais do ramo de alimentos, as quais sugerem que carboidratos dão energia e devem ser priorizados, que são a base da pirâmide alimentar, blá blá blá.. E não me venha com papo de exercício e o escambau, pois a alimentação é oitenta por cento responsável pela manutenção do peso e o restante provém da atividade física.

Outrossim, é oportuna esta discussão, visto que muito falamos em investimentoscarreira e dinheiro, mas acabamos negligenciando nossa saúde em detrimento do sucesso e independência financeira.
Aí tu me diz: "Pô cara, tá sugerindo que devemos passar fome para investir?". 
Não se trata disso, tampouco quero transformá-los em monges, o ponto é a pertinência deste assunto na seara da frugalidade e consumo consciente. Pois, sabemos que o maior gasto de muitas famílias é justamente a alimentação, adquirem produtos caros e industrializados que só fazem mal.

Gostaria de frisar que não sou médico, tampouco aconselho jejum às pessoas, apenas compartilho este assunto para debate. Quanto a mim, sou adepto à jejuns diários e tal prática só me traz benefícios, embora deva admitir que conheço pessoas que sentem desconforto ao realizá-la.

De toda forma, neste ambiente repleto de pessoas que muito prezam por seu dinheiro e possuem aguçado senso crítico, proponho a reflexão e estudo complementar (aos que tiverem interesse), da possibilidade de implementar periódicos jejuns que além saudáveis, podem gerar economia, seja ao deixarmos de adquirir produtos para emagrecimento ou na própria redução da quantidade desmedida de alimentos que atualmente consumimos.

Abandonemos a inércia e larguemos velhos dogmas que não nos beneficiam! Compartilhemos experiências e informações variadas para que possamos evoluir!

Sucesso a todos!






21 comentários:

  1. Muito bom!!! Hoje mesmo assisti a um video que aborda essa assunto. Mas a questão do exercício físico não está certa. Alimentação não é 80% da manutenção do peso corporal. Vc pode comer 300.000 calorias... Se queimá-las tudo bem... Além disso o corpo responde ao exercícios físicos frequentes e cria mecanismos para acessar energia de forma mais eficiente (o que significa queimar gordura mais rapidamente).

    Valeu!!!

    ResponderExcluir
  2. Olá Investidor!
    Como não conheço profundamente o funcionamento do corpo humano e sou cético com os estudos tradicionais, só posso falar de acordo com minhas experiências e em relação ao meu corpo.
    Como não consumo carboidratos e realizo jejum, no meu caso foi muito mais eficaz que somente realizar atividades físicas, e olha que faço HIIT, inclusive em jejum.
    Vejo que na busca da manutenção do peso as pessoas realizam atividades intensas, que costumam vir acompanhada de uma reeducação alimentar, logo ingerem menos carboidratos e a mágica acontece. Mas são casos e casos, depende da condição atual da pessoa e dos objetivos. Digo isso pois já fui maromba e hoje busco manutenção do peso e longevidade.
    Posso ter sido leviando em definir porcentagens, mais correto seria afirmar que o exercício tem papel coadjuvante. Deste modo me desculpe pela pretensiosidade.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Rapaiz, eu sou magro.. meu avô é magro... e nós ficamos bem menos doentes que os gordos.. só sei disso hahaha

    abraços, post interessante!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é fácil ter sobrepeso, Japa. Apesar da maioria ganhar peso pelos hábitos modernos, tudo é projetado para os magros.
      Fora os problemas evidenciados no curto prazo, existem os mais graves que se desenvolvem com o transcorrer do tempo, esses sim preocupam..
      Eu já fui "fofo", já fui rato de academia e hoje sou magrelo só as orelhas, rs...
      Abraço!

      Excluir
  4. Muito bom Lorde, vou adotar o jejum também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para uma pessoa hardcore isso é moleza! rs...
      Obrigado pela visita parceiro!
      Abraço.

      Excluir
  5. Olá LM,
    Excelente post.

    Hoje os nutricionistas falam para comer de 3 em 3 horas. É melhor acreditar no pesquisador. rsrs.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comer de 3 em 3 horas faz bem é para as empresas de produtos alimentícios, rs...
      Mas como eu digo, esse conhecimento tradicionalista financiado por indústrias alimentícias é complicado, o resultado sempre irá sugerir que devemos comer muito, sobretudo produtos industrializados. Evitar gorduras e potencializar o consumo de carboidrato que é a base da "pirâmide alimentar", outro absurdo, enfim...
      No passado eramos feitos de bobos e atualmente ainda somos, é difícil viver cara, kkkkk.
      Temos que desconfiar de tudo e ficarmos ligados!
      Abraços.

      Excluir
  6. Olá Lorde,
    Já li coisas nesse sentido. Se pesquisar na net tem o "Bullet Proof Coffe", um café organico+oleo de coco+ghee que se toma em jejum e fica sem comer até 2 da tarde. Diz que obriga o organismo a fazer uma limpeza.
    Tomei um tempo mas o corpo não adaptou.

    Anon bancário

    ResponderExcluir
  7. Poxa Lorde, nem vou comentar muito sobre seu post, pois eu estou no sobrepeso e preciso emagrecer de qualquer jeito, tenho diabetes !!! Mas por coincidência, eu comprei um lanche neste domingo aqui perto de casa e é quase igual a esse seu ai da foto !!! rsrsrs óbvio que não comi tudo, deixei metade para hoje kkkkkk

    ResponderExcluir
  8. Eu que faço uma refeição por dia, devido às condições limitantes, estou tendo hábitos saudáveis, então?

    Mas eu queria mesmo é "burguesar" e comer quando e onde quisesse.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem diria né Alfa, que não comer é saudável, kkkkk.
      Comer é bom, gastar melhor ainda, rs...Mas fica frio que em breve poderemos melhorar o padrão de vida. Abraços!

      Excluir
  9. Tenho lido sobre esse assunto nas últimas semanas e apliquei na minha rotina, o resultado está sendo satisfatório. Faço em torno de 12 a 14 horas de jejum, logo, considerando que enquanto estou dormindo (8 horas) estou de jejum, encaixo as outras 4 ou 5 horas dentro... faço a última refeição as 20h e fico sem comer até as 10h dia seguinte, as vezes nem sinto falta e acabo almoçando meio dia.... final das contas em um mês perdi 5 quilos e 4cm de barriga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por ser adepto ao low carb logo conheci o aeróbico em jejum e posteriormente o jejum intermitente. São excelentes hábitos que sempre me permitiram perder 10 quilos em trinta dias.
      Como não sou de ferro as vezes fico uns meses curtindo as delícia da vida e tudo tem um preço, a pança cresce...
      Faço jejum de 20 à 24 horas todos os dias e me faz bem, fico leve e perco peso. Pela estudo do Japa do Nobel e demais estudiosos do assunto, deveríamos ficar de 24 à 72 horas em jejum para termos efeitos benéficos, isso em dois dias da semana. Tentarei aplicar, mas acho comodo usar o período noturno e a manhã assim como você e fazer sempre, pois nos acostumamos.
      Obrigado pela visita e por participar! Vlw!

      Excluir
  10. Excelente post!

    O doc. Da BBC: 10 Coisas que Você Precisa Saber Sobre Perder Peso (2011) aborda bem o tema, inclusive fazendo testes.

    Jejum faz bem. Tudo verdade.

    Abc

    ResponderExcluir
  11. Confrades, essa temática é excelente, recomendo a leitura deste link ( http://legio-victrix.blogspot.com.br/2017/01/eduardo-velasco-os-beneficios-do-jejum.html ) para quem quiser estudar mais e fazer o jejum.

    ResponderExcluir
  12. como muito, mas também faço muitos exercicios p compensar
    uma das metas de 2017 é correr todo dia de manhã
    estamos em março e ainda não coloquei ela em prática

    adicionei o seu blog.
    desculpe a demora, estava sumido da blogosfera

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eae Coala, obrigado!
      Isso ae, vamos correr! Pra mim tmb está complicado cumprir as metas, rs..
      Abraço!

      Excluir